sábado, 31 de outubro de 2009

The Truth about Cats & Dogs







"You know how someone's appearance can change
the longer you know them?
How a really attractive person, if you don't like them,
can become more and more ugly;
whereas someone you might not have even have noticed...
that you wouldn't look at more than once, if you love them,
can become the most beautiful thing you've ever seen.
All you want to do is be near them."




terça-feira, 20 de outubro de 2009







Reconforta-me saber que existes..
Independentemente da distancia a que estás.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Por vezes a hora de partir chega e nós, distraídos, não damos conta. Acabamos a deixar arrastar inúmeras coisas que possivelmente nunca sequer deveriam ter começado. Terminamos tudo a olhar para trás, para o que perdemos, e sempre sai alguém magoado.

É inevitável, e irrefutável por vezes também.

Por muito que se tente evitar, que se lute contra o que se quer, ou não se quer.

A parte estupidamente parva, é que tudo começa nos pontos. Aqueles pontos pequeninos em cima dos is. Não os colocamos quando devemos, deixamos avançar quando não devemos, e quando finalmente se dá conta, temos um livro sem pontos no is. Uma história mal começada e fadada a um fim ainda pior. Acabam por ficar palavras por dizer, porque cada vez mais os olhos se fecham, e o silêncio se cala.

No fim, dependendo de quem [ou será como?] somos, se calhar acabamos a sofrer mais do que a pessoa que magoamos.

Por vezes, o fim chega mesmo apesar de gostarmos, apenas por sabermos que não é o rumo correcto, que não está destinado e que quanto mais tempo passar, pior é. Por muito que me digam que o futuro é incerto, há coisas que vem de dentro de nós contra as quais não podemos lutar.


E depois há dias assim, calados e pensativos, incertos.. Mas que acabam em noites repletas de certezas.


Por vezes, só gostar não é tudo.

domingo, 31 de maio de 2009

Para o Luis da Popota :D

Porque eu os adoro, e são os melhores de sempreeee :D

ahahah





xD



AHHH!! E parabéns pela melhor interpretação, melhor solista (grande padrinho) e melhor tuna :D
E também por serem a tuna mais simpática :D Claro!

segunda-feira, 30 de março de 2009

A distancia..

Tenho estado distante de tudo.. Do meu blog e dos restantes.. Chego e limito-me a postar musicas ou frases, limito-me a mim..

E afasto-me porque em certas e determinadas alturas acho que não há nada melhor a fazer, até que passa o tempo, o tempo passa por mim, e eu abro esta mesma pagina vezes sem conta... Sempre a achar que não tenho nada a dizer.. sempre a achar que as minhas palavras ficam melhores quando entregues apenas a mim.. Vou lendo os outros blogs que me atraem, mas a falta de coragem de escrever influencia-me também a coragem de escrever.. Entretanto, existe ainda a asneira feita com o firefox que dificulta o seguimento dos novos posts.. tudo junto dá-me a mim longe de mim, de vocês e do mundo..

Até que no inicio de um fim de semana, tudo se esclarece! :)
E volta tudo novamente..

Este espaço é meu. Não o comprei, é certo. Mas foi por mim que foi registado.

Depois disso o que cá escrevo é problema meu, seja o que for que cá diga.. Desabafos, verdades, verdades aumentadas que acabam, se calhar, por se tornar ofensivas por tão chateada que estou, até as minhas verdades que só são verdade para mim [como achar que a terra do nunca existe, e eu é que ainda não a encontrei..].

Enfim.. Chocados? Chateados? Não poderia querer saber menos.

Este espaço é meu!

P.S.: Amanha vou ver se volto a por os feeds a funcionar pra vos dar cabo do juizo com comentários :)))

Bjo bjo

quarta-feira, 11 de março de 2009

Hold still




In this little town

cars they don't slow down
The lonely people here
They throw lonely stares
Into their lonely hearts

I watch the traffic lights
I drift on Christmas nights
I wanna set it straight
I wanna make it right
But girl you're so far away

Oh, hold still for a moment and I'll find you
I'm so close, I'm just a small step behind you girl
And I could hold you if you just stood still

I jaywalk through this town
I drop leaves on the ground
But lonely people here
Just gaze their eyes on air
And miss the autumn roar
I roam through traffic lights
I fade through Christmas nights
I wanna set it straight
I wanna make it right
But man you're so far away

Oh, I'll hold still for a moment so you'll find me
You're so close, I can feel you all around me boy
I know you're somewhere out there
I know you're somewhere out there

Oh, hold still for a moment and I'll find you
You're so close, I can feel you all around me
And I could hold you if you just stood still
Oh, I'll hold still for a moment so you'll find me
I'm so close, I'm just a small step behind you
I know you're somewhere out there
I know you're somewhere out there
I know you're somewhere out there

David Fonseca feat Rita RedShoes

Frases de Março

Se não me engano, já aqui partilhei que sou curiosa, e que de tempos a tempos me perco por alguns blogs de pessoas desconhecidas. Foi assim que travei conhecimento com a Inês, e posteriormente com o Tiago. Hoje, vou falar de um blog que já vou seguindo à, talvez, um ano: Volta à Vida em 80 Mundos.

Porque hoje, ao percorrer as descrições de certas voltas à vida, encontrei uma frase com a qual me identifico:

"Sou uma lírica invertebrada. Facilmente desmontada com palavras."

Deixou-me a pensar.
Passem por lá que vale sempre a pena ler. :)

segunda-feira, 9 de março de 2009

Ando com uma preguicite aguda no que toca a blogs. Leio-vos constantemente, todos os dias procuro se há posts novos por esta terra imaginária. Mas sinto-me desmotivada, sinto-me incapaz de carregar no botãozinho para comentar..

Por isso, só para vos alertar que continuo por aqui, e não me esqueci de vocês!!

Ahhh! E há novidades! Tenho uma nova paixão platónica.. Vou tendo várias ao longo do ano, a unica diferença é que esta é por um menino alto, loiro e com uns olhinhos sorridentes e cor de avela que me tira mesmo do sério.. Bem, sempre é melhor que o Miguel Veloso que por esta altura nem pelo meu sporting faz algo de jeito :x ahah :)

Mais novidades? Inscrevi-me no ginásio! Ao fim de uns meses a dizer que o queria fazer, na semana passada arranjei coragem e lá fui eu viradinha ao Palacio do Gelo e pimbas! Estou inscrita, já lá fui uma vez que já fez maravilhas pelas minhas costas :D [nestes ultimos 2 meses já parecia uma velha com reumatismo].

E amanhã vou outra vez!! xD AH pois é ;p

Só me falta encontrar um fato de banho decente e começo a frequentar as piscinas tb ;p

AH! E se calhar, amanha tambem experimento o banho turco :D


Bem.. já chega.. :p pra quem anda com preguicite aguda, já escrevi demais.

Um beijinho para todos.

P.S.: Um dos rapazitos q anda lá no ginasio ;x uiui ;)

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

|:

FIND a guy who calls you
BEAUTIFUL, instead of HOT.
Who calls you back when you hang up
on him. Wait for the boy who KISSES
your forehead. Who wants to show you
off the WORLD when you are in
sweats. Who holds your HAND in
front of his friends. Who thinks you are
just as PRETTY without makeup
on. One who is constantly reminding
you of how much he CARES, and
LOVES being with you, and how he's
the LUCKIEST guy in the world to
have you. The one who turns to his
friends and says "THAT'S HER!"

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

What If...







Every day was treated like a new beginning?

Where grudges, bitterness, unforgiveness, and worries died the moment your head hit the pillow. And at the time you had awaken to a new morning your mind would be renewed, not lacking knowledge or wisdom from the past, but building on what has been made from prior situations and circumstances.

Each person you'd come into contact with you'd treat like it had been the first time you'd met them and your first impression persona was at the top of it's game. Being kind, loving, unconditional in terms of your friendship in how things are done to show thanks. What if, we did things without having presumptuous intentions of wanting to be thanked for what we had done.

What if, we shared our gifts just out of love and never had the expectations of wanting to be loved in return, because we had the reassurance of knowing we're already loved regardless of what we do.

What if, our confidence was placed in something bigger then ourselves so that our dreams weren't limited to our own fears and insecurities.

What if, believing was reality?